Abro este post com a música Jekyll & Hyde do Petra, uma banda que eu admiro muito, e uma música que fala muito a meu respeito. Acredito que todos devam conhecer o conto clássico “O médico e o monstro”, de Robert Stevenson, cujo personagem é o Dr. Henry Jekyll, que possui um alter ego, Edward Hyde. Nesta obra o Sr. Stevenson faz uma analogia do bem e do mal existentes em cada um de nós. Bom, a música do Petra também se baseia no versículo que o apostolo Paulo expressa “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.” em Romanos 7.19.  Como é difícil para um ser humano comum feito eu fazer o que é certo. Não entro em discussões sobre certo e errado, sobre o relativismo destas visões. Eu acredito em verdades absolutas; não critico os que não creem, e também não quero ser criticado por crer. Eu sou um cara comum, comportado. Mas o que se passa na minha mente é terrível. Luto para manter o controle, pois meu alter ego é um monstro. E é melhor que ele fique preso.

angelanddemonQuando o campo de batalha se encontra na mente não há muito que os outros possam fazer por nós. Tudo passa pela nossa decisão. Apenas nós podemos decidir o que pensar e o que rejeitar. Eu tento fazer as coisas certas, mas o erro tem um gosto tão doce… E minha tendência caída me faz desejar esse mel com tanta força, que depois de um tempo habituado ao erro, você esquece totalmente a sensação de remorso e/ou arrependimento. Aí que se esconde o perigo. Caí numa armadilha e peço a quem estiver lendo este post, se você acredita em Deus, se você crê que a oração pode mudar a vida de alguém, se você crê que Deus é misericordioso e poderoso pra mudar qualquer situação, eu lhe faço um apelo: lembre-se de mim, pois em mim mesmo já não há mais força pra clamar. Eu francamente esqueci-me o que é ser crente. Eu esqueci-me até mesmo do gosto do arrependimento. Esse monstro preso dentro de mim não cala a boca, grita dia e noite, 24/7. Por favor não me julgue, não me diga que eu TENHO que tomar uma atitude! O que você imaginar de passo, campanha, movimento, mandinga gospel, declaração e atos eu já fiz e absolutamente NADA deu jeito. Faltou fé? Se eu não tivesse fé nem teria tentado. A fraqueza nos impede de agir. Mas enquanto há vida há esperança. E nisto que me apego.

Anúncios