sem-titulo-14Ver tantas notícias negativas que envolvem a imagem da igreja nestes últimos dias tem me deixado deveras desanimado em relação ao que fazer da minha vida. Eu, sinceramente, desisti de frequentar igreja, pois já faz muito tempo que não consigo me sentir encaixado. Muitos podem dizer que estou errado, pois a bíblia diz que temos que nos congregar, mas, de que me adianta ir a um lugar onde sei que não vou me sentir bem. Sempre ouço o cliché que devo olhar pra Deus e não pro homem, mimimi, mimimi, mimimi, então devo ignorar quem sou e minhas limitações e deixar a igreja me manipular. Não vou cair no erro de generalizar, acredito e conheço bons cristãos, pessoas em quem me espelhar, mas infelizmente estes estão longe de mim. Acredito que o que mais tem feito mal a igreja é a própria igreja. Ameaças sempre sofremos, de todos os lados, não acredito que seja o estado laico, os ativistas gays, o diabo ou os maus políticos que vão fazer mal a igreja. A igreja faz mal a própria igreja. Nenhum povo expele tanta hipocrisia como os protestantes, e falo com prioridade pois sai do meio deles. Falam de amor, mas ignoram seu significado.

Boy-CryingHoje acordei sentindo um desânimo estrondoso, sinceramente neste exato momento estou sentindo quase que uma panofobia. Quando iniciei este blog, o fiz com a intenção de descarregar meus sentimentos, fiz como uma forma de terapia baseado no testemunho de algumas pessoas que começaram a escrever para se desestressar. Falar de sentimentos ora parece fácil ora parece difícil, e quando nossos sentimentos são rotineiramente vivenciados acabamos por ficar sem palavras no final das contas. Quem acompanha meu blog vê que o dualismo, a tristeza, a solidão, o medo e a angústia são recorrentes em minhas postagens. Já pedi ajuda, mas ninguém se dispôs. As pessoas lhe dizem que você tem que ficar bem porque Deus é com você e pronto. Você que vá pra casa e se revire na sua cama. Como é difícil achar compaixão nos dias de hoje. Ah… por Deus eu quero muito um amigo! Eu quero desesperadamente acreditar que estou errado, e que sim, existe amor! Eu desisti de acreditar no amor a muito tempo… Adivinhe de quem foi a culpa? Tenho vontade de voltar a frequentar uma igreja, mas eu me sinto aterrorizado de me ver em um banco de igreja de novo.

foto-bandeira-gay-com-cruzComo já falei em postagens anteriores vivo um dualismo pois sou cristão e gay. É claro que se não fizer parte de uma igreja cuja teologia seja inclusiva estou ferrado. Definitivamente não acredito em cura gay, isso é balela. Também não acredito que esteja tudo bem em ser gay, pois algo que traz tanta confusão e tristeza não pode ser considerado normal. Eu NÃO quero em hipótese alguma ser gay. Amo a Deus, mas a vida que eu vivo é incompatível com uma vida religiosa. Não seja tolo de me dizer que preciso refrear meus impulsos, isso é outra grande idiotice. Sou homem, tenho necessidades. Segundo a pirâmide das necessidades de Maslow, sexo faz parte de uma das necessidades mais básicas do ser humano. Sofro terrivelmente pois fui criado reprimido, temeroso, sinto a timidez pesando com força sobre mim. Já pensei em procurar um garoto de programa, mas tenho pavor de adquirir comportamento de risco. Não, não é pra mim. Queria muito encontrar Deus em meio aos meu problemas. Quem sabe eu não esteja vendo o obvio. Sinto uma grande pressão sobre mim. Não sei o que fazer, e isso é o pior de tudo. Não acredito em respostas fáceis e soluções simples. O que vem fácil vai fácil. Já tentei, acredite. Tudo que a igreja me deu de solução já tentei. O que conclui? A igreja não tem competência para lidar com pessoas como eu. O que eu faço? Lamento. E como muitas vezes acontece, hoje mais que nunca não sei mais o que dizer…

Anúncios