“Amor é um arder, que se não sente; É ferida, que dói, e não tem cura” – Abade de Jazente

“O amor é um não sei o que, que surge não sei de onde e acaba não sei como” –Madeleine de Scudéry

brokenheart-580x333Sim, É isso mesmo! Eu tenho inveja dos amantes! Eu não acredito nele! Eu desisti dele! Eu o procurei por toda a vida, mas ele sempre fugiu de mim! Ele sempre me maltratou, sempre rasgou minha alma, sempre pisou em mim, sempre me esbofeteou! Ele se tornou inalcançável para mim. Se tornou um pesadelo. Por medo dele eu perdi grandes oportunidades. Pela coragem que ele me deu eu fiquei exposto. Eu sofri, eu sangrei, eu chorei, eu esperneei, eu latejei! Ele fez eu me sentir o pior dos humanos. Ele fez eu me sentir sujo, fez eu me sentir desgraçado, fez eu me sentir um nada. Ele fez tudo parecer diminuto em minha vida. O amor foi a poção que me envenenou e esqueceu de me matar! Ninguém é capaz de entender como um sentimento pode ser sublime e ao mesmo tempo mortal! Como pode algo tido como divino fazer alguém sofrer! Como pode algo ao mesmo tempo curar e fazer sangrar? Renato Russo dizia que ninguém sofre por amor, se o amor for verdadeiro. Acho que o amor morreu. Ou então ele é um grande mentiroso. Acredito que ele morreu e deixou um fantasma pra enganar pobres almas incautas.

apaixonadoPode parecer que eu esteja me fazendo de coitado, mas a verdade é que (puta que pariu não acredito nisso!) eu estou apaixonado! Eu tenho ódio desse sentimento, ele acaba comigo! Eu estou realmente gostando de um rapaz e eu sei que não tenho nenhuma chance com ele. Que desgraça, eu queria muito mandar no meu coração! Aquele velho medo que me impede de seguir em frente me amarra e me domina! Queria ter coragem de dizer a ele tudo que sinto, mas depois de tanto quebrar a cara tenho medo de me decepcionar de novo! Ah! Deus… como queria que as coisas fossem mais fáceis! Dormir virou um jogo de sorte, pode ser um consolo ou uma tormenta. Quero dormir para esquecer e não quero dormir para não sonhar o impossível! A fome às vezes se esvai, às vezes me desespera. Queria muito que todo esse turbilhão morresse, passasse, acabasse de uma vez por todas. Hoje estou sem sentido até para mim! Por Deus, que não seja o ódio a minha salvação!

Anúncios