A vida era muito mais intensa quando não passava, na média, de quarenta anos. Agora é um longo, um interminável arrastar de correntes: nós somos as almas penadas deste mundo. –Mario Quintana

Muitas vezes me pego pensando o que os criadores das propagandas da televisão têm em mente além, é claro, da vontade de vender um produto. Quem, por Deus, pode espelhar sua vida num falso paradigma de perfeição? Sou formado em marketing, e sei que há uma boa dose de mentira em tudo que se passa na TV, das propagandas as novelas que assistimos. Quem realmente acredita que todos estão sempre motivados a andar por ai sorrindo, tendo uma postura niilista ante seus problemas? Tenho uma boa dose de culpa em não conseguir simplesmente aceitar isso, mas, por mais errado que eu esteja, já não consigo ver sentido na vida. Hoje indo para a faculdade desci do ônibus e segui três quarteirões ouvindo umas músicas, daquelas que se adaptam fácil ao nosso humor, e chorei. Por fora apenas lagrimei levemente, mas por dentro gritei, gritei alto o bastante para ninguém ouvir. Olhei as pessoa ao me redor e senti vontade de fugir, pois o mundo está tão cheio, mas de nada adianta. Questionei Deus qual o sentido da vida, da minha em particular. Por que não consigo ver sentido em nada? Se um dia tudo acaba, qual o sentido de se ter um começo? Eu sou uma cova, nada mais. Viver tem sido um fardo, hoje estou deveras angustiado, mas é só mais um dia que tenho que atravessar. Confesso que, apesar de não ver sentido nesta existência, cessá-la ainda me assusta. Quero ter a esperança de que algo ainda possa mudar. Neste momento reflito apenas na letra de uma música:

And I still wonder why heavens has died, the skies are all falling, I’m breathing but why…

Os dias, muitas vezes, se resumem em vontade de sair de casa quando estou em casa e vontade de voltar pra casa quando estou fora. Construir uma história e apostar suas fichas é perigoso quando você simplesmente vê seus sonhos ruírem diante dos seus olhos e você nada pode fazer. Chorar faz parte da vida, mas regá-la apenas com lágrimas de tristeza a torna insuportável. Ninguém quer viver a custa de sofrimento. Sei que muitos se arrastam assim pela existência, mas este conhecimento apenas aperta mais ainda meu peito e me deixa com uma sensação de inútil inaptidão. Tento me apegar com Deus, às vezes funciona, às vezes não. Cheguei em um momento que preciso ver algo de concreto acontecer, pois as palavras já perderam significado faz tempo. Sinto-me assim, morto por dentro, andarilho em mim, tentando encontrar uma saída ao longo dos muros que me cercam…

Anúncios