Perder para a razão, sempre é ganhar. –Aldo Novak

O guru da administração financeira, Jack Welch, prega que para podermos ganhar Perdaa longo prazo é preciso perder a curto prazo. Eu acredito que ganhar aquilo que tanto almejamos seja bom, mas as perdas nos ajudam a manter os pés no chão. Leio muito histórias da Segunda Guerra Mundial, a maior desgraça da história recente da humanidade, e tenho aprendido o que as perdas podem trazer de benefícios. Posso ser tachado de ‘apologista do sofrimento’, mas acredito no sofrimento e na dor como os melhores professores que teremos nesta vida. É claro que gosto do prazer, seja ele qual for desde que lícito (transgressão não me parece uma fuga perfeita), principalmente o prazer das descobertas. E algumas descobertas vêm com o sofrimento, mas fato é: a verdade liberta. A verdade é a melhor parte desta vida, seja qual for seu preço (sim, lágrimas, decepções, desilusões). Quem disser que a verdade não liberta nunca ouviu uma verdade digna de assim ser chamada.

Quanto as perdas em nossas vidas, sabe-se que é preciso se desvencilhar de coisas velhas para que novas possam entrar, mas muitas vezes agimos como perdaseganhosacumuladores compulsivos, e seguimos a vida guardando mágoas e rancores desnecessários que com o tempo tornam-se meros pesos mortos sobre nossas almas já fatigadas das lutas diárias. O perdão nos leva à perdas mais que necessárias; o amadurecimento nos faz reconhecer que cada dia devemos abrir mão de mais e mais pesos de estimação que nossa alma carrega. Quantos não já perderam um amor de vista por não querer perder a razão? Quantos já não perderam amizades preciosas por não abrir mão de um pouco do seu tempo? Eu já, e hoje sei que o arrependimento não me tem nenhuma utilidade, não a mesma que teriam amores que foram perdidos e amizades que foram roubadas pela minha ignorância em não saber investir naquilo que mais importava. Peço a Deus tempo para aprender a perder, para assim poder investir nas coisas que mais valem a pena nesta vida. Vamos valorizar o que é verdadeiro e duradouro, não o fugidio e quebradiço momento que temos nas mãos. Tenhamos mais fé e mais esperança. Como diz a Bíblia sobre o amor, tudo na vida vai acabar, só permanecendo a fé, a esperança e o amor. Destes o maior é o amor. Invistamos nele. O retorno pode não ser garantido, mas quanto mais você der mais satisfeito se sentirá consigo. Supere suas expectativas!

Anúncios