espelho quebradoA vida às vezes parece ter apenas rasteiras pra nos oferecer. Muitas vidas parecem ser apenas soma de medos, tristezas e desesperança. Não sei se isso é só uma fase, mas deve, com certeza, ser um grande aprendizado, pois não creio que seja possível ou aceitável passar por tanta dor sem um propósito. Autoconhecimento é a perda da inocência. Uma vez perdida a inocência, não há desculpa fácil de se dar ou ouvir. Oxalá pudéssemos ser capazes de fazer escolhas sensatas 100% das vezes que nos fosse demandado, mas infelizmente isto não é possível, e as más escolhas são regadas com lágrimas e seus frutos são amargos. Choro por dentro. Tenho medo. Sinto o terror. Minha única válvula de escape é dormir e entrar no estado de subconsciência. Esquecer um momento que a vida lá fora é real, que os medos vão me consumir mais um dia. Ah! E a solidão? Essa companheira indesejável e inexorável, nada indulgente. Como driblar? Não sei. A solidão tem se tornado um lugar comum para a humanidade. O grande gênio da atualidade, Zygmunt Bauman já dizia que hoje indivíduos solitários se encontram na ágora com outros indivíduos solitários e voltam para casa com sua solidão reforçada. Perdemos a capacidade de amar, e com isso muitos outros males foram suscitados.

3021962_gQ6beSou um homem solitário. Entendo o que é solidão, esse demônio que rasga nossa alma, que nos angustia, e nos mata lentamente. Sou um homem de temores. Sei o que é olhar pra frente e ver apenas um borrão, uma mancha. Sou um homem de tristezas, de sentir aquela mão apertando o peito, espremendo lágrimas, me fazendo sangrar. Sou um homem de desesperanças. Me apego ao fato de que, de um jeito ou de outro, tudo vai acabar. Me lamento de saber que entre o começo e o fim pouco foi proveitoso. O que é a vida senão um momento? O que fazer deste momento que é a vida? Alguns encontram seu caminho, outros morrem tentando e muitos, como eu, desistiram de tentar. Sei que com 32 anos sou uma pessoa nova, sei que estou vivo e posso tentar. Mas na prática é muito difícil. A vida é selvagem. A vida se alimenta da vida, e apenas morte nos espera no fim da jornada. Quisera poder abreviar esta passagem sem dor, mas é mister sofrer. Tenho sorte de ter nascido num país ocidental em um Estado de direito. Não quero ofender a Deus, mas seu eu soubesse de tudo que sei, e tivesse escolha, escolheria não nascer.  Sim meus amigos, este é um dos mais amargos lamentos que posto aqui no Exalando a Alma. Se você tem algo prático capaz de me ajudar, não hesite. Se não tem, lembre de mim em suas orações. E que Deus tenha piedade desta pobre alma…

Anúncios