angustia2Ah! A tristeza… Poderia ser um sentimento mais pessoal, mas infelizmente não é. Gustave  Flaubert dizia que a tristeza é um vício. E um vício mal compreendido. Muitos tentam apagar este vício com outros. Jogos, bebidas, drogas, sexo. Mas quando nos encaramos lá está o sentimento de novo a nos apertar o peito. E a sangrar e sangrar até que não reste mais nada a fazer a não ser se entregar ao vício da tristeza. Alguns dependem de tomar ansiolíticos, mas com certeza ela estará lá de novo encarando-os com seu olhar frio quando nenhum comprimido for mais capaz de subjugá-la. Estes dias têm sido de constante ansiedade para mim. Choro por dentro porque já não há mais o que chorar por fora. Quero desistir de tudo, mas ao mesmo tempo quero ter esperança de que tudo vai mudar. Meu Deus! Ah! Se ao menos algo fosse certo nesta vida além da morte. Se ao menos houvesse uma próxima para ter a chance de fazer tudo direito. Mas meu peito lateja dia após dia, noite após noite. Hoje foi um dia que gostaria de pular, mas a vida é uma escola da qual não podemos fugir. De um jeito ou de outro, da forma mais dolorida ela nos ensina suas lições. Alguns soldados antes de ir para a guerra são ensinados e se verem mortos, caso contrário eles não entrarão em batalha. Eu deveria ter sido ensinado a me ver assim mais cedo. Depois de um tempo fica difícil de assimilarmos tudo o que deveríamos. Deus, cansei de lamento. Se o Senhor realmente se importa, faça alguma coisa por mim, porque eu já não tenho mais ânimo. Se não houver mais o que fazer, me mata, é melhor que viver assim! Essa vida é uma inimiga poderosa e eu não vejo mais como me aliar a ela. Eu estou me afogando em lamentos e não vejo ninguém capaz de estender a mão. Cansei meus recursos, humanos são gélidos, assim como a vida que me cerca. Quisera haver outra chance, mas a vida não perdoa! E eu, só queria fugir disso tudo…

Anúncios